Reforma Tributária.

Atualmente o governo estuda algumas possibilidades de reforma tributária e hoje iremos falar um pouco sobre esse assunto e também sobre o impacto que essa reforma pode ter no trabalho do profissional de contabilidade.

Primeiramente em relação à reforma tributária, pode-se dizer que precisamos de uma reforma tributária muito profunda. Pois se usarmos como exemplos os países mais desenvolvidos, iremos perceber que eles têm uma forte tendência de tributação sobre a renda, no Brasil a maior parte da tributação é sobre o consumo.

Então precisaríamos começar olhando para questão de como a tributação deve existir no Brasil. Só que isso acontecerá em curto prazo. O se pode imaginar de uma reforma tributária são coisas mais pontuais, como por exemplo: A reforma das contribuições para PIS e COFINS que é muito motivada pela exclusão dos ICMS da base de cálculo de PIS e da COFINS, uma decisão do STF no ano de 2017.

Trata-se de assuntos bem pontuais, a probabilidade de uma unificação do ICMS ou uniformização do ICMS. Por que hoje o ICMS é o segundo tributo mais complexo do país, ele só perde mesmo para o imposto de renda em matéria doutrinário. Mas ele tem 27 regulamentos, então é extremamente complicado adequar-se às exigências dele, dessa forma existe aí uma proposta de uniformização dessa cobrança, dessa arrecadação.

Nesse sentido, seria oque temos hoje em questão de reforma tributária. Uma mudança que, no aspecto tecnológico, teria que se adequar às novas regras. Assim como também no Aspecto de Empresarial, do assessoramento Empresarial no que tange a parte fiscal e contábil. Seria: Se adequar a essas novas regras, mas também conseguindo levar a mensuração do impacto dessa mudança, para a gestão do negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *