Entenda porque é necessário uma boa profissionalização no SPED.

Hoje iremos falar sobre o quão importante é uma boa profissionalização no SPED.

O SPED Fiscal já existe há 10 anos e mesmo assim existe, ainda hoje, uma serie de impasses, uma série de polêmicas e devido a isso uma grande dificuldade inclusive da classe contábil que procura se especializar. Muitas vezes eles saem da faculdade, abrem seus escritórios e na hora de fazer o SPED acabam encontrando várias dificuldades.

Eu sempre falo que não há mais espaço para amadores na área fiscal e eu não estou brincando ou querendo assustar quando falo isso. A maioria dos profissionais de Ciências Contábeis, saem de suas faculdades sem ter tido a oportunidade de estudar profundamente sobre tributos, sobre o SPED.

Quando vão para o mercado de trabalho e chegam diante da realidade dos negócios contábeis, nessa realidade eles se deparam que pelo menos 50% da sua operação envolve diretamente o setor fiscal. Então esse é um desafio onde eles irão ter que lidar com informações que trazem uma série de riscos. Risco para as empresas; O risco fiscal associado à atividade Empresarial; Risco de penalidades pelo descumprimento de obrigações tributárias, por apurar impostos incorretamente, por enviarem incorretamente os SPED-s.

Tudo em um cenário onde o fisco tem um universo de possibilidades para realizar o cruzamento de informações, muito maior que a capacidade que ele tinha no passado.

Então quando o profissional se depara com esse cenário, ele tem, naquele momento, que tomar decisões rapidamente que irão impactar diretamente na carreira profissional dele. Ou seja, ou ele toma realmente uma postura de qualificação, de estudar, de encarar esse desafio que é o SPED, a área fiscal e a área tributaria. Principalmente no que diz respeito ao SPED Fiscal, pois ele é a escrituração fiscal mais completa que existe dentro do universo de escriturações fiscais que existem.

Se ele tomar outra postura, uma postura de empurrar com a barriga, fazendo de qualquer maneira uma a bomba relógio, que é o setor fiscal, vai estourar sem sombra de dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *