ECF: Modelo Operacional do Cupom Fiscal Eletrônico.

Fala galera!

Hoje eu vou falar um pouco com vocês sobre o cupom fiscal eletrônico. Talvez você não conheça, mas esse modelo de documento fiscal, assim como a nota fiscal de consumidor eletrônica objetivam substituir outros dois modelos de documentos existentes, que são a nota fiscal de venda a consumidor e o cupom fiscal emitido por ECF.

Então hoje eu trago para vocês como é que funciona o fluxo operacional desse novo modelo de documentos fiscais. Vamos lá. Imagine que um consumidor está efetuando uma compra, no momento que ele vai efetuar o pagamento, o contribuinte está autorizado a emitir o cupom fiscal eletrônico, no padrão do SAT. A partir do uso do seu aplicativo comercial, ele irá formatar os dados da venda, ou seja, vai preencher os dados do produto, dos preços, das parametrizações fiscais.

Dessa forma, ao finalizar essa venda, usando o seu sistema de PDV, ele vai transmitir a informação para o SAT que vai validar o arquivo e complementá-lo, assinar e gerar uma chave de acesso, além de armazenar esse arquivo e depois de fazer tudo isso, ele informará no aplicativo comercial que o cupom fiscal foi emitido.

Assim o contribuinte poderá imprimir o cupom fiscal, com a chave de acesso. Dessa forma ele entrega esse extrato do cupom ao contribuinte, que posteriormente poderá fazer a consulta no banco de dados do Fisco.

Isso é possível, pois o SAT, depois de armazenar, transmite para Secretaria da Fazenda as informações dos documentos emitidos, já secretaria da fazenda por sua vez vai recepcionar esses dados, armazená-los e permitir que o contribuinte, consumidor final, faça consulta desses documentos.

Existem dois modelos de extratos, um completo que traz todas as informações comerciais, incluindo os itens do documento e um resumido que traz as informações, porém sem os itens. Você pode está se perguntando o porquê existe um modelo resumido, que não informa os itens. Pois bem, por se tratar de um documento eletrônico, você tem a chave de acesso, no caso seria o QR Code, que é um código de barras bidimensional e através do celular você pode fazer a consulta das informações desse documento, dessa forma você pode optar por sair do estabelecimento comercial apenas com a versão resumida do cupom fiscal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *